quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Pensamentos recentes, Poemas antigos...

Hoje eu gostaria de fazer alguma consideração, breve mas de grande
relevância para mim.
Esses dois poemas seguem a mesma linha dos outros, foram escritos quando eu fazia o ensino médio e eu tinha outra mentalidade na época. Porém eu acho que eles podem se aplicar à realidade que eu tô me vendo hoje...
Sei que muitos não irão entender o que se passa, mas o que eu espero é que quem deva entender entenda!
P.S.: VOCÊ não precisa comentar nada comigo se não quiser.


Outros poemas...

------>“Minha Emoção”

Você é o meu raio de luz
O ar que me seduz
Minha vontade de crescer
De me desenvolver
#
Por você eu seguirei
Sem medo de mentir
Ou até mesmo de omitir
O que por você sentirei
#
Sentirei por muito tempo, eu sei
Mas o que posso fazer?
Posso continuar a dizer...
#
Que é apenas você vivendo assim
Que estará aqui muito perto, sim
Estando dentro de mim...


------>“Você e Eu”

É você que me faz rir
Você que faz eu me divertir
Venha aqui pra mim
Volta por mim
#
Quero te ver toda hora
Quero te amar a todo segundo
Te abraçando, brincando,
Conversando, andando...
#
Sem medo da ansiedade
Muito menos da felicidade
Sem temer nada nem ninguém!
#
Você viverá com comigo
E eu poderei te beijar
Pois sempre irei te amar.

Mais uma vez, para não perder o costume: Obrigado pelo tempo!

sábado, 17 de janeiro de 2009

Dois poemas meus

Dessa vez eu decidi postar aqui dois poemas meus, mesmo que escritos a uns dois ano atrás, hoje se aplicam perfeitamente na minha vida!!!!


------>Desconhecimento
#
No escuro posso ver dois feixes de luz chamando
Eles estao em sentidos opostos e se distanciando
Só um pode ser seguido, mas o que são?
Vidas? Amores? tristezas? salvações? não sei não...
#
Sei que se distanciam a cada instante
E que devo ser rápido o bastante
Para saber o que fazer
E decidir qual o melhor a escolher
#
Um volta ao passado
E lembra um bom estado
Que parece sagrado
#
O outro vai para o futuro
Para o desconhecido, novo
Mas ele passa sem tempo, O TEMPO.



------>Confusão
#
Que louco eu poder te ver e não te tocar
Que louco eu só poder te ver passar
Eu queria tudo te contar
Mas você poderia se assustar
#
Precisamos conversar
Precisamos nos comunicar
De uma maneira assim
Que faça sentido pra mim
#
Você não sente mas vê
Que o que eu sinto por você
Não é imaginação
#
Mas sim emoção,
Vida e Paixão
No coração.

Espero que tenham gostado...
Obrigado pelo tempo!!!

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Mais um ano se vai...

Ano Novo, Vida Velha....

Cá estou eu de novo, dessa vez para dizer o que eu penso sobre a passagem de ano e as grandes promessas de mudança que são feitas. Vou tentar não ser chato no assunto, pois muitas pessoas não gostam de falar sobre isso com um certo tom crítico.
Eu mesmo já fui de fazer promessas de mudanças na passagem de ano, de desejar coisas boas para mim e para os outros e no decorrer do ano eu pensava que as coisas iriam simplesmente acontecer sem ninguém ter que fazer por onde, bom eu estava errado. As coisas só acontecem se nó nos dedicarmos e lutarmos pelo que queremos! Eu sei que parece frase de livro de “auto-ajuda”, mas é a verdade. Essa passagem de ano, eu não desejei nada, nem pra mim e nem para ninguém! A única coisa que eu disse foi: “Feliz ano novo!” e eu espero que seja feliz mesmo, mas nada de desejar mais ou de prometer mudar em algo! A frase que me marca muito é: “Seja você mesmo, em todos os aspectos, uma vez que é o mundo não pode viver sem a diferença entre os seres.” Não sei se já escreveram essa frase em algum lugar com outras palavras, se já eu não lembro onde as li. O que eu sei é que as diferenças é que nos fazem iguais, pode parecer um paradoxo, mas é a mais pura verdade, nos romances uma pessoa não procura pela pessoa que a completa? E se todos fossemos iguais? Teríamos um complemento ou alguém para completar? Acho que não. Mas o assunto é sobre promessas, uma amiga minha que eu prefiro não dizer o nome me disse que ia fazer mudanças radicais esse ano, daí eu disse pra ela não fazer isso pra não mudar radicalmente, pois ela pode perder a essência dela! Eu decidi que vou me soltar mais esse ano, mas fiz isso antes do natal, então eu acho que não entra na categoria de “promessas de ano novo”. Eu já estou mais decidido com o que quero com a vida e vou correr atrás agora, se eu me resolvi na época de virada de ano, coincidência (eu acho né?). Mas o meu lema esse ano é: “Ano Novo, Vida Velha! Viva a vida como sempre, para não se arrepender de ter virado outra pessoa depois.”.
Obrigado pelo tempo!
Espero que estes últimos posts estejam sendo tão esclarecedores para vocês como estão para mim, caso não, avisem que eu posso ver como melhorar a escrita!
Abraços a Todos!